COMO MELHORAR DRASTICAMENTE SEUS RENDERS

post_renders1

Atualmente, a produção de renders de arquitetura se assemelha à uma corrida digital; ao passo que as imagens ficam cada vez mais sofisticadas, mais almejadas elas também se tornam. Neste artigo, publicado originalmente na página ArchSmarter como o primeiro da série “Pro Smarts”, Jonn Kutyla, da PiXate Creative, compartilha seu processo de criação de imagens fotorrealistas. 

Criar renders fotorrealistas de arquitetura requer planejamento e atenção aos detalhes. Acrescentar pequenos detalhes às imagens pode ser demorado, mas certamente vale o esforço. Alguns dos menores detalhes tem os maiores impactos no realismo das imagens. Neste artigo focaremos no contexto em torno de seu edifício. Este não será um tutorial para um software específico, mas um guia de como usar a natureza para tornar suas imagens mais realistas.

Revit e o Sketchup são grandes ferramentas de projeto, mas nenhum deles foi desenvolvido para criar imagens fotorrealistas. Você precisará usar o Photoshop para alcançar os efeitos que mostrarei a seguir.

Vamos começar. Aqui está nossa imagem inicial:

post_renders2

Passo 1

Vamos acrescentar grama e variações no solo. Mude a altura da grama e não faça o solo perfeitamente plano. No mundo real, a grama cresce em velocidades diversas. Além disso, mesmo o solo aparentemente plano, não é realmente plano. O mundo natural é repleto de imperfeições e um dos principais alertas que apontam que uma imagem foi criada digitalmente é a ausência dessas imperfeições.

post_renders3

Passo 2

Acrescente algumas faixas na grama para mostrar que o cortador de grama foi passado em diferentes direções. Quando a grama é cortada, o cortador de grama passa as lâminas em diferentes ângulos. Podemos reproduzir este efeito para aumentar o realismo da imagem.

post_renders4

Passo 3

Acrescente sombras. Podem ser sombras de outros edifícios, uma árvore ou qualquer outra coisa. Esta é uma parte crítica do render. Precisamos mostrar que há outras coisas na imagem além do edifício. A ausência de sombras é um aspecto que aponta que a imagem foi criada digitalmente.

post_renders5

Passo 4

Ajuste as sombras e acrescente diferentes níveis de espessura na grama. Algumas áreas deverão ter muita grama e outras menos. Não tenha medo de deixar alguma sujeira aparecer. De novo, quanto mais variação, melhor.

post_renders6

Passo 5

Acrescente diferentes tipos de grama. Mesmo os melhores gramados têm diferentes espécies de grama. O segredo para uma imagem convincente é a variação.

post_renders7

Passo 6

Acrescente algumas folhas espalhadas aleatoriamente no terreno. É claro que isso parece tedioso, mas estamos tentando tornar esta imagem o mais realista possível, e a vida real não é perfeitamente alinhada e organizada o tempo todo.

post_renders8

Passo 7

Para finalizar, acrescente variações de cor na grama. Neste caso, eu usei um tom de marrom esverdeado em algumas regiões do gramado. É sutil, mas deixa a imagem muito mais convincente.

post_renders9

Conclusão

Aqui está a comparação do antes e depois:

post_renders10

Sim, demora mais criar uma imagem fotorrealista, mas o resultado é muito mais interessante. A questão que deve ser feita é: o projeto em questão merece esse investimento de tempo?

Na maior parte das vezes em que uma imagem não é interessante ou convincente, o problema é a ausência de pequenos detalhes. Alcançar esse nível de detalhe de forma equilibrada e convincente demora, mas como na maioria dos casos, a prática leva à perfeição.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s